InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Documentos...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Documentos...   Seg Abr 13, 2009 4:34 am

Bem, vamos lá voltar a falar dos documentos!

Para começar e tal como já foi dito em muitos sitios, segundo a lei, as Solex tem que ter matricula!

Qualquer bicicleta com motor auxiliar, desde que a gasolina, tem que ter matricula. Se tiver um motor electrico até uma certa potência não precisa e se for movida a "broas" também não.

A questão é a seguinte (já foi colocada esta questão montes de vezes), é possivel ou não pedir documentos para uma Solex que nunca os teve?

Já por duas vezes que ouvi uma história qualquer assim e até no Portal um senhor disse que nem era caro.

Por acaso quando fui a CRA ia perguntar, mas ninguém sabe de nada. Já para tratar do que queria andaram lá a mandar-me de um para o outro até que por fim alguém sabia como resolver o problema!

Cumps.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Mota

avatar

Mensagens : 595
Data de inscrição : 21/11/2008
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Seg Abr 13, 2009 6:44 am

No IMTT é impossível legalizar uma Solex sem apresentação dos documentos antigos.
Documentos antigos, entenda-se qualquer documento, estrangeiro até, ou em nome de outrem.

Sem qualquer documento, não dá. Pode ser do vizinho do lado e passaria a ser nossa, certo !

Todos os velocipedes eram vendidos com uma declaração do vendedor ou loja, para posterior registo nas Câmaras.

A conversa que não é necessário matrícula, porque nunca teve, é mentira.

Nos veículos que nunca foram homologados em Portugal ou têm alterações, poder-se-á pedir uma homologação, mas como as Solex estão homologadas não faz sentido, embora acredite que tenha sido possível pedir, e fazer em algum local que desconheço.( a ser verdade o que tenho lido em vários portais )


...e mais não sei...

Abraço
PM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Mota

avatar

Mensagens : 595
Data de inscrição : 21/11/2008
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Seg Abr 13, 2009 6:59 am

Já agora deixo aqui um aparte que não tendo nada a ver com Solex's demonstra bem como vão as legalizações neste país.

Aconteceu-me há duas semanas.

Fui tratar da passagem dum automovel, dum para outro proprietário.
Preenchi o formulário ùnico e dei a assinar a um e outro.O proprietário e o futuro proprietário.

Pelo sim pelo não, pedi ao proprietário uma fotocópia do BI e contribuinte.

No IMTT entreguei o formulário único e mostrei o BI original e contribuinte do futuro proprietário.
Não foi preciso mais nada.

Conclusão: a assinatura do dono do carro podia ser a minha ou outra qualquer, que ninguém verificou.

O novo dono já recebeu em 10 dias o DU.

Quando vir por aí um carro que goste, tiro a matrícula e vou ao site dos seguros ver o nome do proprietário. Preencho o formulário e assino um rabisco. Mostro depois o meu BI e fico com o carro para grande surpresa do dono...
Pode ser um Ferrarizito ou Porche. Há por aí algum estacionado?

PM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Ter Abr 14, 2009 1:05 pm

paulo Mota escreveu:
Já agora deixo aqui um aparte que não tendo nada a ver com Solex's demonstra bem como vão as legalizações neste país.

Aconteceu-me há duas semanas.

Fui tratar da passagem dum automovel, dum para outro proprietário.
Preenchi o formulário ùnico e dei a assinar a um e outro.O proprietário e o futuro proprietário.

Pelo sim pelo não, pedi ao proprietário uma fotocópia do BI e contribuinte.

No IMTT entreguei o formulário único e mostrei o BI original e contribuinte do futuro proprietário.
Não foi preciso mais nada.

Conclusão: a assinatura do dono do carro podia ser a minha ou outra qualquer, que ninguém verificou.

O novo dono já recebeu em 10 dias o DU.

Quando vir por aí um carro que goste, tiro a matrícula e vou ao site dos seguros ver o nome do proprietário. Preencho o formulário e assino um rabisco. Mostro depois o meu BI e fico com o carro para grande surpresa do dono...
Pode ser um Ferrarizito ou Porche. Há por aí algum estacionado?

PM

Acho que eles assim estão no caminho certo!

Com sorte aparecem lá uns melhores intenções e aldrabam alguém!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bizarro

avatar

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/12/2008

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Ter Abr 14, 2009 4:04 pm

paulo Mota escreveu:


Sem qualquer documento, não dá. Pode ser do vizinho do lado e passaria a ser nossa, certo !



A

A questão é mesmo essa. Sem nenhuma declaração, as hipóteses de legalizar são iguais a zero.

Agora não sei que declaração será necessária.. por exemplo se comprar uma Solex a um vendedor que me passe factura servirá para o efeito?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Mota

avatar

Mensagens : 595
Data de inscrição : 21/11/2008
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Qua Abr 15, 2009 5:27 am

Ao certo não sei. Será melhor perguntar no IMTT, mas a factura terá que ser acompanhada dos dados técnicos da Solex.
Lembro-me que antigamente ía uma folha de papel selado(azul) com os dados técnicos para entregar nas Câmaras, aquando do registo.
Hoje já não existe o papel selado mas sem os dados técnicos, não poderão fazer o DU, certo?

No fundo será sempre estranho uma Solex que não tenha tido matrícula anterior...

Anteriormente, todas as vendas eram acompanhadas de factura e dados técnicos para registo na Câmara Municipal. A própria Câmara vendia a chapa de matrícula no momento do registo...Mais tarde os ciclomotores já saiam do stand com a matrícula atribuida.


Pensem lá...não pode existir nenhuma Solex antiga(Portuguesa) sem matrícula. Ou veio do estrangeiro ou é roubada( tb pode ter sido roubada no estrangeiro...)

PM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Qua Abr 15, 2009 8:01 am

Ahhh, ok...... Neutral

Isto é cada confusão que eu nem percebo. Para uns é tudo muito simples e podem fazer tudo e mais alguma coisa. Para outros é uma complicação...

Vou perguntar ao membro do Portal como é possivel legalizar uma motoreta, a ver o que ele diz.

Assim que tiver resposta coloco aqui.

Cumps.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Qui Abr 16, 2009 1:16 pm

Boas!

Já que se fala de documentos vai-se parar as matriculas, visto que é tudo a mesma porcaria!

Hoje vi uma acelera novinha em folha com uma matricula do tamanho das antigas!!!

Aquilo até ficava muito mal, porque a matricula como era pequena ficavam uns ferros a sair dos lados.

A ideia devia ter sido colcar lá um tabuleiro, mas como tem uma matricula pequena fica aquilo tudo a vista.

Bem, a minha ideia sempre foi colocar nas minhas motas uma matricula com as dimensões das antigas. Depois de tudo o que li e dos avisos que me fizeram, mudei de ideias e lá me vou render aos encantos do tabuleiro... Rolling Eyes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bizarro

avatar

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/12/2008

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Qui Abr 16, 2009 3:54 pm

paulo Mota escreveu:
l. A própria Câmara vendia a chapa de matrícula no momento do registo...Mais tarde os ciclomotores já saiam do stand com a matrícula atribuida.


Pensem lá...não pode existir nenhuma Solex antiga(Portuguesa) sem matrícula. Ou veio do estrangeiro ou é roubada( tb pode ter sido roubada no estrangeiro...)

PM

Não terá existido um certa altura em que as Solex eram abrangidas por um despacho qualquer em que não precisavam de matricula?

É que estranho existiram tantas sem qualquer matricula.. mas se realmente eram vendidas com facturas e prontas a registar.. porque razão não o foram?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Mota

avatar

Mensagens : 595
Data de inscrição : 21/11/2008
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Sex Abr 17, 2009 3:45 am

Pensar que as Solex em algum momento eram abrangidas por alguma lei que as isentava de registo e matrícula não faz sentido nenhum, João.
Nunca existiu tal coisa.
Nos anos 40,50 e 60 até as bicicletas tinham matrícula obrigatória .
No final dos anos 60 tive uma pasteleira que estava registada( tinha matricula ) e fui multado por não ter a matricula posta.
Nas bicicletas eram colocadas no eixo da rodas e eu achava aquilo foleiro...e tirei.
Em minha casa haviam duas bicicletas, uma do meu pai outra do meu irmão com matrículas de Almada, e com o respectivo livrete verde.
Para andar de bicicleta tinhas de levar o livrete no bolso...e BI.
Sem matrícula e sem farolins de iluminação era multa certa, andar de noite então, era certinho.
Só muito mais tarde apareceram as BTT e deixou de ser necessário., mas lembro-me de ter oferecido uma BTT á minha filha, por volta de 1994 e no toys a rus passaram-me um documento para pedir matrícula na Câmara. Eu deixei andar e acabou por nunca ser preciso, aliás já não via nenhuma bike com matrícula. Mas se fosse roubada,não servia de nada ir á polícia.Nunca poderia provar que era minha...Todas as bicicletas tinham nº.

As Solex e outras motoretas que aparecem por aí sem matrícula são no fundo motoretas, quer abandonadas, quer sem dono conhecido ou roubadas ou importadas das quais retiraram as chapas.
Quando se vê uma Solex que dizem não ter documentos, não implica que em algum momento ela não tenha sido registada e não tenha tido matrícula.
Se foi vendida em Portugal teve matícula de certeza, ou acreditas que houvesse muita gente que quisesse motoretas para só andar em propriedades particulares?
Quem comprava motoretas nessa altura, era para se deslocar com elas na via pública para ir para o trabalho. Os carros eram caros e nem toda a gente podia pagá-los.

A tua Solex de 62 tinha matrícula, as minhas tb e todas as outras que nunca passaram por vendedores, sucateiros ou contentores do lixo... lol!

O facto de não terem a matrícula posta, não implica que não sejam de alguem ou do herdeiro de alguem mesmo que tenham sido abandonadas.
Lembras-te daquele velhote da Moita que já só tinha o livrete duma Solex? Onde andará a Solex dele...foi para o lixo. Será que alguem a apanhou?
Só eu é que nunca vi nada disso no lixo... scratch

PM
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Sex Abr 17, 2009 9:26 am

O que o Paulo diz tem lógica e está correcto.

Agora isto é tudo muito estranho.

Se formos por exemplo para as motorizadas, a maioria tem documentos e se não os tem pelo menos tem lá a matricula (por pouco que isso possa servir).

Nas Solex passa-se o contrário, a maior parte não tem nada! Encontra-se uma ou duas com documentos.

Não percebo, porque se até as bicicletas tinham que os ter, uma Solex também tinha!

Então porque que hoje em dia a maior parte das Solex não tem nada? Acho impossivel que tenha sido tudo roubado ou importado...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bizarro

avatar

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/12/2008

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Sex Abr 17, 2009 2:42 pm

Pedro escreveu:
O que o Paulo diz tem lógica e está correcto.

Agora isto é tudo muito estranho.

Se formos por exemplo para as motorizadas, a maioria tem documentos e se não os tem pelo menos tem lá a matricula (por pouco que isso possa servir).

Nas Solex passa-se o contrário, a maior parte não tem nada! Encontra-se uma ou duas com documentos.

Não percebo, porque se até as bicicletas tinham que os ter, uma Solex também tinha!

Então porque que hoje em dia a maior parte das Solex não tem nada? Acho impossivel que tenha sido tudo roubado ou importado...

Aqui os mais "velhos" poderão ajudar. Não faço a mínima ideia se as Solex, no tempo delas, se venderam muito ou não, mas penso que comparadas com as nossas motorizadas as vendas foram bastante inferiores por razões óbvias. Para além de caras, as limitações eram mais que muitas.

Depois, e porque acho que a usabilidade da Solex era relativamente pouca, acabam encostadas na garagem com pouco uso, algumas eram dadas, outras ficavam ali anos e anos.. e com tantas voltas e voltas os documentos acabam por sumir.

Apesar de tudo as motorizadas eram bastante mais versáteis e muitas chegam aos nossos dias com documentos, simplesmente porque ainda são utilizadas.

Ainda no FDS passado estive com um Solexista a quem lhe deram uma Solex. Isto porque a solex estava parada na garagem há anos e anos na garagem.. documentos? Nem vê-los! Com tantas voltas e arrumações acabaram por ir parar sabe-se lá onde!

Mas que é estranho a maioria delas não ter documentos é... também não sei se há muitas importadas ou não.






A minha por exemplo, foi usada por um estafeta até que no final dos anos 70 inicio dos anos 80, até ao dia em que ele se fartou dela e à vendeu cá
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bizarro

avatar

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/12/2008

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Sex Abr 17, 2009 2:44 pm

paulo Mota escreveu:
Pensar que as Solex em algum momento eram abrangidas por alguma lei que as isentava de registo e matrícula não faz sentido nenhum, João.
Nunca existiu tal coisa.
Nos anos 40,50 e 60 até as bicicletas tinham matrícula obrigatória .
No final dos anos 60 tive uma pasteleira que estava registada( tinha matricula ) e fui multado por não ter a matricula posta.
Nas bicicletas eram colocadas no eixo da rodas e eu achava aquilo foleiro...e tirei.
Em minha casa haviam duas bicicletas, uma do meu pai outra do meu irmão com matrículas de Almada, e com o respectivo livrete verde.
Para andar de bicicleta tinhas de levar o livrete no bolso...e BI.
Sem matrícula e sem farolins de iluminação era multa certa, andar de noite então, era certinho.
Só muito mais tarde apareceram as BTT e deixou de ser necessário., mas lembro-me de ter oferecido uma BTT á minha filha, por volta de 1994 e no toys a rus passaram-me um documento para pedir matrícula na Câmara. Eu deixei andar e acabou por nunca ser preciso, aliás já não via nenhuma bike com matrícula. Mas se fosse roubada,não servia de nada ir á polícia.Nunca poderia provar que era minha...Todas as bicicletas tinham nº.


Lembro-me de um tio-avô, entretanto já falecido, que realmente tinha a matrícula na sua bicicleta! E agora que penso nisso, lembro-me das pasteleiras com matrícula!

Mas não sabia que havia uma "caça à multa" já nos tempo das pasteleiras!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Paulo Mota

avatar

Mensagens : 595
Data de inscrição : 21/11/2008
Idade : 57
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Seg Abr 20, 2009 7:33 am

Na minha juventude, lembro-me de ver Solex's 2200 duns amigos do meu irmão. Ele era o mais novo desse grupo, portanto eram de pessoal mais velho do que eu, para aí uns 15 anos.
O meu irmão teve uma 3800 nos anos 60 e já não fazia muito sentido a Solex. Mais tarde tive eu a 5000 e fiquei muito desiludido. Desiludido quer com a oferta, quer com as prestações da dita.
Nos anos 70 já havia muita concorrencia de ciclomotores como a Amigo e Amigo R, Little Honda e Maxi Pusch. Até o meu avô com 70 anos andava numa Little Honda. Que pena que não fiquei com ela...
Voltando á 5000, depressa comprei uma Moto á séria(Casal), e lá ficou mais uma Solex encostada na garagem.

Acho que já disse isto em qualquer lado, mas as Solex eram motoretas sem grandes pretenções, a nada. Eram as bicicletas a motor dos miúdos que passavam das bicicletas para outra coisa...como as trotinetas electicas foram há uns anos. Mas eram um luxo e só podiam ser adquiridas pelos papás mais endinheirados.
Assim como as trotinetes estão hoje a um canto das garagens( eu tb tenho), assim ficaram algumas Solex's durante muitos anos.

Em Portugal nunca foram tendência, nem usuais, muito menos neste Portugal cheio de montes e vales.
Penso que até os modelos anteriores á 2200 foram simplesmente inexistentes por cá.
Coitados dos Portugeses. Não havia dinheiro nem para bicicletas...

Da minha estadia em Paris há uns dias, percebi porque existiam tantas Solex's. Completamente plana, Paris permite o uso de bicicletas em qualquer estra
da.
Vi milhares de bicicletas, das quais algumas poucas esolex e outras (2) electricas. Solex ,vi umas 3. E motas,motas,motas ...
Por exemplo em Lisboa e até no resto do País, fruto das cartas com preços proibitivos e restrições á legalização, acompanhado pelo elevado preço de tudo, inclusivé motos, cada vez é e será mais raro, ver "coisas" de duas rodas.
Aluguer de bicicletas em Lisboa tb não me parece...esperimentem subir Alfama de bicicleta...
Ainda voltando a Paris, digo que não faz hoje qualquer sentido a existência de Solex. A Solex é uma coisa do passado e não tem mais lugar nas ruas de Paris. Nem a esolex.
É absolutamente ridículo andar lá de Solex. clown Parar nos sinais ao lado de Piagios MP3, Triunphs, Buell's, Ducati Monster... e arrancar a pedal, para não ser atropelado em mais uma partida para novo grand prix...coitadas das Solex. affraid

Para uso normal no dia -a-dia a Solex está morta e enterrada, digo-vos eu. 30km/h, cheiro a óleo queimado e fumos azuis, já eram...
Vi algumas abandonadas na rua, embora presas com cadeados e outras á venda em mau estado.

Que sobrevivam os fins de semana de encontros e camaradagem para não deixar morrer o que resta.

Uma coisa que me ficou na ideia. Se haviam tantas, tantas...Milhares ou Milhôes em Paris...onde estão? drunken
Sei que nos anos 80, muitas foram deitadas no lixo, ou desmontadas para fazer as delícias das crianças curiosas ( se calhar hoje bons mecãnicos...)
Por Lisboa ainda há pelo menos " 23 ", metade do mesmo dono,mas...há. lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Ter Abr 21, 2009 6:44 am

bizarro escreveu:

Lembro-me de um tio-avô, entretanto já falecido, que realmente tinha a matrícula na sua bicicleta! E agora que penso nisso, lembro-me das pasteleiras com matrícula!

Mas não sabia que havia uma "caça à multa" já nos tempo das pasteleiras!

Nem vás mais longe, as minhas duas pasteleiras tem matricula! cheers

A primeira bicicleta que vi com matricula (que me lembre) era de um velhote que morava na casa ao lado da "minha" quando passava férias no Algarve.

Como eu reparei na matricula ele lá me contou umas historias e que era obrigatorio e isso tudo. Recordo-me de ele dizer que se podia ter problemas, agora dos problemas à multa....

Nunca pensei!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro

avatar

Mensagens : 249
Data de inscrição : 06/12/2008
Idade : 26
Localização : Lisboa

MensagemAssunto: Re: Documentos...   Ter Abr 21, 2009 6:52 am

paulo Mota escreveu:
Na minha juventude, lembro-me de ver Solex's 2200 duns amigos do meu irmão. Ele era o mais novo desse grupo, portanto eram de pessoal mais velho do que eu, para aí uns 15 anos.
O meu irmão teve uma 3800 nos anos 60 e já não fazia muito sentido a Solex. Mais tarde tive eu a 5000 e fiquei muito desiludido. Desiludido quer com a oferta, quer com as prestações da dita.
Nos anos 70 já havia muita concorrencia de ciclomotores como a Amigo e Amigo R, Little Honda e Maxi Pusch. Até o meu avô com 70 anos andava numa Little Honda. Que pena que não fiquei com ela...
Voltando á 5000, depressa comprei uma Moto á séria(Casal), e lá ficou mais uma Solex encostada na garagem.

Acho que já disse isto em qualquer lado, mas as Solex eram motoretas sem grandes pretenções, a nada. Eram as bicicletas a motor dos miúdos que passavam das bicicletas para outra coisa...como as trotinetas electicas foram há uns anos. Mas eram um luxo e só podiam ser adquiridas pelos papás mais endinheirados.
Assim como as trotinetes estão hoje a um canto das garagens( eu tb tenho), assim ficaram algumas Solex's durante muitos anos.

Em Portugal nunca foram tendência, nem usuais, muito menos neste Portugal cheio de montes e vales.
Penso que até os modelos anteriores á 2200 foram simplesmente inexistentes por cá.
Coitados dos Portugeses. Não havia dinheiro nem para bicicletas...

Da minha estadia em Paris há uns dias, percebi porque existiam tantas Solex's. Completamente plana, Paris permite o uso de bicicletas em qualquer estra
da.
Vi milhares de bicicletas, das quais algumas poucas esolex e outras (2) electricas. Solex ,vi umas 3. E motas,motas,motas ...
Por exemplo em Lisboa e até no resto do País, fruto das cartas com preços proibitivos e restrições á legalização, acompanhado pelo elevado preço de tudo, inclusivé motos, cada vez é e será mais raro, ver "coisas" de duas rodas.
Aluguer de bicicletas em Lisboa tb não me parece...esperimentem subir Alfama de bicicleta...
Ainda voltando a Paris, digo que não faz hoje qualquer sentido a existência de Solex. A Solex é uma coisa do passado e não tem mais lugar nas ruas de Paris. Nem a esolex.
É absolutamente ridículo andar lá de Solex. clown Parar nos sinais ao lado de Piagios MP3, Triunphs, Buell's, Ducati Monster... e arrancar a pedal, para não ser atropelado em mais uma partida para novo grand prix...coitadas das Solex. affraid

Para uso normal no dia -a-dia a Solex está morta e enterrada, digo-vos eu. 30km/h, cheiro a óleo queimado e fumos azuis, já eram...
Vi algumas abandonadas na rua, embora presas com cadeados e outras á venda em mau estado.

Que sobrevivam os fins de semana de encontros e camaradagem para não deixar morrer o que resta.

Uma coisa que me ficou na ideia. Se haviam tantas, tantas...Milhares ou Milhôes em Paris...onde estão? drunken
Sei que nos anos 80, muitas foram deitadas no lixo, ou desmontadas para fazer as delícias das crianças curiosas ( se calhar hoje bons mecãnicos...)
Por Lisboa ainda há pelo menos " 23 ", metade do mesmo dono,mas...há. lol!

O unico sitio em Portugal, na minha opinião, que permite o uso das Solex e de outras motoretas sem qualquer problema, é o Algarve.

À medida que se vai para sul, fica tudo mais plano. No Algarve então andam os velhotes todos de bicicleta sem grandes problemas.

Outra coisa muito bem estimada são as motorizadas. Aquelas estradas planas não exigem qualquer esforço por parte dos motores.

Já se formos para o norte a maior parte das motorizadas estão todas "escafeadas" porque as subidas ingremes exigem muito dos motores. É preciso puxar muito por eles ou então fica-se apeado.

Voltando novamente as Solex, muitos milhões das que sairam das fábricas devem ter ido para a sucata. É o que se faz, se não presta, lixo!

Hoje em dia até carros clássicos se ve a ir para abate...

Tal como foi dito, o que vale mesmo é a "meia duzia" de pessoas que mantém o gosto e estima as máquinas.

Cumps.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Documentos...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Documentos...
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Documentos antigo
» LEILÃO DE DOCUMENTOS ANTIGOS
» DOCUMENTOS ANTIGOS - HISTÓRIA DO BRASIL - E OUTROS
» [Brasil] ANAC realizará exames para obtenção de licenças de habilitação para várias carreiras
» LEILÃO DOCUMENTO ASSINADO POR DOM PEDRO II

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Geral :: Discussão geral-
Ir para: